Brasileira será julgada na Indonésia e poderá ser fuzilada ou ter prisão perpétua

A brasileira Manuela Vitória de Araújo Farias, presa há três meses por tráfico de drogas na Indonésia, passa por nova audiência nesta terça-feira (11). A jovem pode ser condenada à morte (com fuzilamento) ou prisão perpétua, conforme prevê a legislação do país asiático.

Na audiência prevista para essa terça a expectativa é que ocorra a instrução do processo, explica o advogado Davi Lira da Silva. Isso quer dizer que deve ser feito recolhimento de novas informações sobre o caso. A primeira etapa do julgamento de Manuela ocorreu em 4 de abril.

A sentença deve ser aplicada em outro momento, ainda sem prazo definido, segundo a defesa de Manuela. O governo brasileiro, por meio do Ministério de Relações Exteriores, acompanha o caso.

Entenda

A jovem embarcou de Florianópolis no final de dezembro e foi detida com aproximadamente 3 quilos de cocaína em Bali. Desde então, ela não havia conseguido contato com parentes.

De acordo com o defensor que acompanha o caso, a embaixada do Brasil na Indonésia também conversou com ela. No país, segundo o Ministério das Relações Exteriores, “pessoas detidas com entorpecentes, em qualquer quantidade poderão ser condenadas a penas que variam de vários anos de prisão até a pena de morte”.

Manuela Vitória de Araújo Farias tem 19 anos e mora em Santa Catarina, onde vive a mãe. Ela também tem residência no Pará, onde o pai mora. Ainda conforme o advogado, ela atuava como autônoma, vendendo perfumes e lingeries no Brasil.

“Ela disse que está emocionalmente mais estável e que tem confiado em Deus. Que Ele é senhor do impossível e que pra ela tem uma nova história”, afirmou Silva.

Previous post Praga? Globo enfrenta crise de insetos nos restaurantes dentro da emissora
Next post Narrador demitido da Globo entra com ação por assédio e pede R$ 4,6 milhões, entenda
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0