Mais uma grande varejista entra em crise, dívida é de R$ 245 milhões

A Amaro, uma grande varejista de roupas do Brasil, gerou preocupação esta semana ao anunciar problemas financeiros, com uma dívida de R$ 244,5 milhões.

A empresa solicitou recuperação judicial para ter mais tempo para negociar seus débitos com credores. De acordo com a Agência Estado, a varejista deve cerca de R$ 151,8 milhões a instituições bancárias e R$ 92,8 milhões a fornecedores.

Retorno triunfal: Bolsonaro lidera audiência da Jovem Pan News contra a GloboNews com cobertura exclusiva

O QUE AMARO ALEGA

crise da Amaro parece persistir e pode se prolongar. Conforme relatório do Valor Econômico, a empresa estaria procurando compradores e chegou a sondar o Mercado Livre para saber se haveria interesse em adquirir a marca. Além disso, a Arezzo (ARZZ3) e a Soma (SOMA3) teriam sido contatadas, mas não demonstraram interesse em adquirir a rede de lojas.

Apesar da busca por possíveis compradores, a Amaro está tentando se reestruturar financeiramente com ajuda de consultores. É importante notar que a empresa está seguindo o mesmo caminho que a Marisa (AMAR3) e a Tok&Stok, que também enfrentam dificuldades financeiras em meio ao aumento das taxas de juros.

Em recuperação

Juntamente com o pedido de recuperação judicial, a Amaro requereu uma tramitação acelerada, dado que as ações em curso contra a empresa ameaçam suas operações, podendo conduzi-la à falência ou expulsão.

No pedido, a Amaro requer que tais ações sejam interrompidas por um período de pelo menos 180 dias, a fim de proporcionar a oportunidade de se reorganizar.

Previous post Brasileiros em Portugal: os motivos que os levam a voltar ao Brasil
Next post Retorno triunfal: Bolsonaro lidera audiência da Jovem Pan News contra a GloboNews com cobertura exclusiva
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0