Casas Bahia anuncia demissões de 6 mil funcionários e dívida de R$ 4 bi

Na noite deste domingo (29), o Grupo Casas Bahia anunciou sua solicitação de recuperação extrajudicial visando ao refinanciamento e à reestruturação das taxas de juros associadas a seus títulos de dívidas financeiras, as quais totalizam cerca de R$ 4,1 bilhões.

Com essa medida, a empresa busca reorganizar suas obrigações financeiras junto ao Bradesco e ao Banco do Brasil, os quais detêm conjuntamente 55% dos créditos devidos pela varejista. Para isso foi feito um plano anunciado em agosto do ano passado que prevê a reestruturação previa o fechamento de até 100 lojas ainda em 2023 e a demissão de mais de 6 mil funcionários.

Os principais pontos do plano incluem:

  • A extensão do prazo para pagamento da dívida da empresa, agora estendido para até 72 meses (6 anos).
  • Uma renegociação das taxas de juros para que passem a ser indexadas ao CDI, acrescidas de um adicional variável entre 1% e 1,5% ao ano.
  • A concessão de um período de carência de 24 meses para o pagamento dos juros e de 30 meses para o início do pagamento do montante principal da dívida.

Renato Franklin, presidente da Casas Bahia, expressou em comunicado que tanto ele quanto a empresa permanecerão dedicados às estratégias operacionais, visando aprimorar eficiência e produtividade. O compromisso é manter a concentração na rentabilidade e no fluxo de caixa, com uma disciplina rigorosa na gestão do capital investido.

Previous post Elon Musk irá ao Câmara dos EUA ‘denunciar’ Alexande de Moraes
Next post Crise: Globo fecha afiliadas em 43 países e demite atriz da Lei Rounet
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0