Beto Sicupira enfrenta calote de R$ 11 bilhões em outra empresa

Beto Sicupira, um dos principais acionistas da Americanas, enfrenta outro revés com a revelação da dívida de R$ 11 bilhões da Light no pedido de recuperação judicial da empresa. Juntando-se às dívidas não pagas das duas empresas este ano, o montante chega a R$ 54 bilhões.

Os credores variam de pequenos negócios a acionistas minoritários, investidores detentores de debêntures e obrigações trabalhistas. Sicupira, de 74 anos, possui uma participação de 10% na Light.

Como parte do 3G Capital, ao lado de Jorge Paulo Lemann e Marcel Telles, o investidor e empresário já viu seu investimento na empresa diminuir mais de 80%.

Em outubro de 2020, Beto Sicupira adquiriu 30 milhões de ações da Light pelo valor de R$ 550 milhões. No entanto, o atual valor dessas ações é de apenas R$ 110 milhões, resultando em uma perda de R$ 440 milhões.

O investimento na empresa fornecedora de energia para o Estado do Rio de Janeiro foi realizado com a expectativa de obter lucros com uma reviravolta positiva no desempenho das ações, mas infelizmente não ocorreu conforme o esperado.

De acordo com o índice de bilionários da Bloomberg, Sicupira possui uma fortuna estimada em US$ 8,71 bilhões (equivalente a R$ 42,86 bilhões), o que o posiciona entre as pessoas mais ricas do Brasil.

Até o momento da publicação deste artigo, o 3G Capital, empresa à qual Sicupira está vinculado, não se pronunciou sobre o assunto. O espaço está aberto para qualquer manifestação.

Foto: Expert/XP/Divulgação

Previous post Conheça lugares de apoio aos imigrantes em Portugal: Eles fazem a diferença
Next post Pedro Cardoso reclama por não entrar no Consulado do Brasil em Portugal e culpa o “fascismo”
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0