Após Americanas, Marisa irá negociar judicialmente dívida milionária

Após o maior rombo da história protagonizado pela Americanas a famosa rede varejista de moda Marisa divulgou, nessa última terça-feira (7), a renúncia do presidente-executivo Adalberto Pereira Santos e do membro independente do conselho de administração Marcelo Adriano Casarin.

O então presidente ocupava o cargo desde março do ano passado. Por enquanto, o vice-presidente comercial da Marisa, Alberto Kohn de Penhas, vai integrar a presidência executiva interinamente até que a empresa escolha um novo nome para o cargo. O novo executivo terá de ser apresentando, também, para o lugar de Casarin.

Em meio de um comunicado, a Marisa declarou ter contratado a BR Partners para auxiliá-la no processo de renegociação das dívidas e a Galeazzi Associados para atuar no aperfeiçoamento da estrutura de custos.

Segundo informações, a dívida da Marisa em setembro era de R$ 566,1 milhões. O patrimônio líquido da empresa gira em torno de R$ 974 milhões.

Para complicar mais, o cenário de crise econômica astronômica que acometeu a Americanas, todo o processo de recuperação fiscal da Marisa se torna mais complexo, já que o tratamento dispensado às varejistas nesse momento se torna mais burocrático e restritivo por parte dos bancos e credores.

Previous post Zoom anuncia milhares de demissões; e CEO reduz mais de 98% do próprio salário
Next post Histórico: Disney irá demitir 7 mil pessoas para poupar R$ 5,5 bilhões em custos
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0