Zoom anuncia milhares de demissões; e CEO reduz mais de 98% do próprio salário

O Zoom, plataforma de videoconferências, anunciou a demissão de cerca de 1.300 colaboradores, o que equivale a 15% da força de trabalho. Com a intenção de conter custos, o CEO Eric Yuan também revelou que reduzirá 98% do próprio salário no próximo ano fiscal.

Ainda conforme o executivo, os cortes são uma medida relacionada aos ajustes do “mundo pós-pandemia”. Então, a empresa precisa se adaptar à “incerteza da economia global e o impacto sobre os clientes”.

Vale ressaltar, na pandemia as empresas de tecnologia em todo o mundo tiveram um recorde histórico em faturamento. No entanto, o cenário atual hoje é outro onde as pessoas não mais se encontram presas em suas casas e o cenário econômico mundial é ameaçado por diversos analistas com uma provável recessão econômica.

Previous post Em 2023 cesta básica começa custando 60,59% do salário mínimo
Next post Após Americanas, Marisa irá negociar judicialmente dívida milionária
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0