Vídeo de Janones criticando Gilmar Mendes é resgatado, “terminou em pizza”, veja

Nesta segunda-feira (17), internautas resgataram um vídeo antigo em que o deputado federal André Janones (Avante-MG), em um “desabafo”, chama o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de “canalha”.

Durante sua fala, o parlamentar acusa Mendes de decidir em favor de um “amigo íntimo”.

O vídeo volta a circular, nas redes sociais, na mesma semana em que a Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a prisão do senador Sergio Moro (União Brasil-PR), pelo crime de calúnia contra o ministro Gilmar Mendes.

Em 28 de maio de 2019, Janones questionou a decisão da Corte após liberar o ex-presidente da Vale Fabio Schvartsman de prestar depoimento na CPI-Rompimento da Barragem de Brumadinho.

De acordo com o deputado, o ex-presidente da Vale foi indicado pelo deputado Aécio Neves (PSDB-MG).

– O ministro Gilmar Mendes, que deu essa decisão, é amigo pessoal, como já mostravam várias matérias e investigações, o sr. Gilmar Mendes é amigo pessoal do deputado Aécio Neves. Grandes coincidências – declarou Janones.

“Canalha”, disse Janones.

– Eu não apoiei até aqui a CPI da Lava Toga [sobre ativismo judicial], porque eu entendia que o Judiciário tem de ter seus próprios meios de investigar. Mas a decisão de hoje do STF, que é um tapa na cara dos brasileiros, que é uma autorização para a Vale continuar a matar, que é um tapa na cara das 300 famílias que foram mortas lá [em Brumadinho], que tiveram seus entes queridos mortos embaixo da lama, essa decisão me faz rever o meu posicionamento – disse.

E continuou recheando o discurso:

continuou:

– A partir de hoje, eu sou um dos maiores defensores neste país de que se instale a CPI da Lava Toga mesmo, que se quebre o sigilo dos ministros do STF. Para que esse canalha do senhor Gilmar Mendes possa dar esclarecimento. É só no Brasil para a gente ter um ministro que é amigo íntimo de um quadrilheiro [Aécio] – afirmou o deputado.

Previous post Bolsonaro aciona a Justiça contra Janones por injúria e calúnia
Next post Web resgata vídeo de Dalai Lama tentando pegar na parte íntima de Lady Gaga
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0