Sede do PT em SP é alvo de busca e apreensão pela Justiça

A Justiça Eleitoral de São Paulo acolheu uma representação do MDB e ordenou a busca e apreensão na sede do PT de São Paulo devido à propaganda eleitoral antecipada que fazia referência à gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

De acordo com o MDB, o material, que teria uma tiragem de 100 mil exemplares, foi produzido pelo PT, integrante da coalizão de Guilherme Boulos (PSOL).

A decisão foi assinada pelo juiz eleitoral Paulo Eduardo Almeida Sorci, da 2ª Zona Eleitoral de São Paulo. O juiz também determinou que o PSOL pare de distribuir o material nas ruas da cidade.

“A liberdade de expressão é garantia constitucional para os embates políticos da cultura eleitoral e democrática. Contudo, são desautorizados os excessos tendentes a dilapidar a imagem social de outro candidato com informações caluniosas, difamatórias ou injuriosas.”, disse Ricardo Porto, Advogado do Diretório Municipal do MDB de São Paulo.

Em nota, o PT-SP disse que ao tomar ciência da decisão, em respeito à Justiça Eleitoral, suspendeu a distribuição do material e solicitou a suspensão da busca e apreensão do material em razão da desnecessidade da medida.

“O material em questão não traz nenhuma inverdade, pois são fatos amplamente divulgados pela imprensa. Portanto, apresentaremos a defesa oportunamente para demonstrar a regularidade do material distribuído”.

Via CNN Brasil e outras fontes.

Previous post Governo de Portugal vai facilitar imigrantes a comprarem casa
Next post Agora: Emílio Surita é interrogado pela CGU após entrevista dada na Jovem Pan
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0