Com prejuízo e aumento dos juros, Assaí estuda vender lojas para sobreviver

Com a escalada dos juros básicos e o aumento do custo do capital, a rede de atacarejo Assaí está avaliando a possibilidade de vender ativos, como lojas próprias. A empresa está revisando investimentos para 2023 e poderá reduzir montante.

“Pela pressão de juros, e alavancagem maior, é mais fácil uma revisão de investimentos, ou venda de ativos de lojas próprias”, disse Belmiro Gomes, presidente da empresa, por teleconferência nesta terça-feira (4).

A empresa entende que o caminho de venda de ativos ou revisão de investimentos faz mais sentido no curto prazo, na tentativa de reduzir níveis de endividamento. O último trimestre de 2022 registrou números negativos para a rede. O líquido negativo foi 30% maior do que o registrado no mesmo período em 2021.

Belmiro Gomes procurou enfatizar que a empresa ainda está discutindo as possiblidades.

“Não há uma discussão de oferta primária neste momento. O que temos é uma discussão, ainda em andamento, sem decisão tomada, de revisão de investimentos orgânicos em 2023 e 2024, para fazer frente ao aumento do custo da dívida”, afirmou.

Gomes afirmou ainda que há 22 obras de lojas em andamento neste momento, com conversões de unidades que abrigavam o hipermercado Extra em Assaí. Segundo ele, essas obras serão mantidas “por enquanto”.

Previous post Globo demite mais dois jornalistas após 25 anos na emissora
Next post Guia Completo para Morar e Trabalhar na Austrália: Tudo o que você precisa saber
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0