Globo prepara demissões em massa de jornalistas com altos salários; sindicato reage negativamente

As demissões na Rede Globo não acabou a emissora prepara uma nova leva de desligamentos no seu departamento de jornalismo, segundo o Sindicato dos Jornalistas do Rio de Janeiro.

A entidade informou que se reuniu com o RH da emissora na última sexta-feira (31/3), quando foi informada sobre os cortes que ocorrerão em abril e maio.

De acordo com o sindicato, a Globo comunicou que “passa por um processo de ajuste” e que por causa disso promoverá “demissões pontuais”.

Os cortes devem atingir “os salários mais altos”, que estariam “incompatíveis com o mercado”, ainda segundo o sindicato. A emissora não informou quantos e quais funcionários serão desligados.

“Manifestamos nossa posição contrária a processos de demissão em massa e cobramos informações sobre a quantidade e o perfil dos profissionais que serão atingidos”, afirma o sindicato, em nota.

A entidade diz ainda que o processo de demissões ocorre no momento em que a categoria negocia uma convenção coletiva para “reduzir perdas salariais” e “assegurar melhores condições de trabalho e remuneração” aos profissionais da emissora.

O sindicato destaca [de forma militante] que os jornalistas da emissora “tiveram um desempenho excepcional na produção de informação verídica e de qualidade” e que este é “o momento em que a economia do país busca se reerguer após o cenário de terra arrasada vivido nos últimos anos”.

Veja melhores produtos e tênis da Nike a seguir: NIKE

Previous post CNN chama Caio Coppolla de volta para bater de frente com o Pânico da Jovem Pan
Next post Joel Pinheiro, da CNN, reconhece erros no governo Lula, “Tiro no pé”
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0