Em 2023 cesta básica começa custando 60,59% do salário mínimo

O ano de 2023 já começou no vermelho para muitas famílias, isso por um motivo: o custo da cesta básica no Distrito Federal, por exemplo, hoje é de R$ 729,73, em janeiro deste ano, os dados são divulgados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) na terça-feira (7).

O levantamento ainda apontou que o valor representou 60,59% de um salário mínimo, maior que a média nacional, de 57,18%. O preço da cesta na capital teve aumento de 0,13%, em comparação a dezembro, e é a sexta mais cara do país. Confira abaixo mais detalhes:

A pesquisa ainda mostrou que, o valor do conjunto dos alimentos que compõem a cesta subiu em 11 das 17 capitais analisadas. A batata foi um dos exemplos, subiu 19,58% no Distrito Federal. Por outro lado, o quilo da carne bovina de primeira caiu 1,43%.

Os 13 produtos da cesta básica do Dieese são: tomate, batata, banana, feijão carioquinha, café em pó, óleo de soja, leite integral, farinha de trigo, farinha de mandioca, açúcar, arroz agulhinha, carne bovina de primeira e pão francês.

O levantamento mostra que o morador do DF precisa trabalhar pouco mais de 123 horas para adquirir os 13 produtos. O índice é maior que a média nacional, de 116 horas e 22 minutos.

Cesta básica x salário mínimo

De acordo com o Dieese, em janeiro, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas no país deveria equivaler a R$ 6.641,58. Esse valor é cinco vezes maior que o piso nacional vigente, de R$ 1.302.

Portanto, na capital do Brasil onde o salário dos concursados valem mais a cesta básica também está custando além.

O cálculo leva em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. O levantamento considera uma família com quatro pessoas.

Veja quanto custou a Cesta Básica, em janeiro de 2023, nas capitais, segundo o Dieese:

  1. São Paulo: R$ 790,57
  2. Rio de Janeiro: R$ 770,19
  3. Florianópolis: R$ 760,65
  4. Porto Alegre: R$ 757,33
  5. Campo Grande: R$ 743,09
  6. Brasília: R$ 729,73
  7. Vitória: R$ 726,23
  8. Goiânia: R$ 710,62
  9. Belo Horizonte: R$ 707,93
  10. Curitiba: R$ 695,18
  11. Fortaleza: R$ 679,81
  12. Belém: R$ 654,81
  13. Natal: R$ 622,16
  14. Recife: R$ 608,10
  15. João Pessoa: R$ 600,06
  16. Salvador: R$ 594,83
  17. Aracaju: R$ 555,28
Previous post Uma merreca: Ator espanta ao revelar salário na Globo: “Não fazia dinheiro”
Next post Zoom anuncia milhares de demissões; e CEO reduz mais de 98% do próprio salário
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0