Jovem Pan afasta Augusto Nunes temporariamente após comentário sobre candidato

Principal âncora da Jovem Pan, o jornalista Augusto Nunes, disse nesta terça-feira (25) que foi afastado do programa “Os Pingos nos Is”, até a próxima segunda-feira (31), período pós-eleição.

Por meio do seu perfil no Twitter, ele disse ter desobedecido a ordem da emissora para não utilizar expressões consideradas ofensivas ao candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, nos programas da casa.

Os termos mencionados por ele foram: ex-presidiário; descondenado; ladrão; corrupto; chefe de organização criminosa. A fala foi proferida após o TSE divulgar um vídeo afirmando que não censurou a emissora.

— Autorizado pelo vídeo em que o TSE negou a existência de censura da Jovem Pan, reafirmei no programa de ontem 4 expressões proibidas: ladrão, ex-presidiário, descondenado e amigo de ditadores — escreveu.

E acrescentou:

— Hoje, pressionada pelo TSE e por Lula, a direção de Jornalismo da Jovem Pan dispensou-me dos Pingos até segunda que vem — disse Nunes.

A comentarista política Ana Paula Henkel também informou que não estará no ar até 31 de outubro. Além deles, outros nomes também estão devidamente afastados.

Eis o vídeo que causou o afastamento:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Após denúncia de Bolsonaro, TSE exonera servidor responsável por inserções da propaganda eleitoral
Next post Assessor exonerado afirma que em 2018 informou ao TSE sobre falhas das inserções
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0