Telegram deposita multa milionária após decisão de Moraes

Após multado o aplicativo de mensagens, Telegram, informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que efetuou o depósito de R$ 1,2 milhão em uma conta judicial, mas sinalizou que ainda recorre da penalidade aplicada pelo ministro Alexandre de Moraes.

A mídia recebeu a multa por não acatar a decisão que determinava o bloqueio da conta do deputado federal Nikolas Ferreira (PSL-MG), descumprindo a ordem monocrática.

– Considerando a possibilidade de lesão de direito de difícil reparação, verossimilhança das alegações e ante a probabilidade de reforma da decisão monocrática, o montante ora depositado deverá permanecer em conta judicial até o julgamento do Agravo Regimental – considerou a defesa.

Na argumentação o Telegram afirma que, caso Moraes não revogue a multa, que aplique a redução do valor da penalidade, já que a empresa teria cumprido o bloqueio de outros canais que tinham a mesma decisão judicial.

Ainda na apelação, a empresa argumentou que a contagem dos dias em que houve a desobediência à decisão foi calculada de maneira equivocada. Também ressaltou que a sentença perdeu o objeto, já que Moraes liberou a reativação do perfil de Nikolas.

O impasse entre o tribunal e a plataforma veio após a empresa entender que seria coerente a remoção apenas do conteúdo que fira a lei, não todo o perfil, uma vez que estaria condenando as publicações regressas que estavam em consonância com a legalidade e punindo, também, a outras que estariam por vir.

Alexandre de Moraes, atual presidente do TSE e também ministro do STF, aplicou a multa por entender o fato como “descumprimento doloso”, o que seria, na prática, a conivência da plataforma com a continuidade do cometimento de crimes.

Nikolas Ferreira, deputado mais votado de Minas Gerais, é suspeito de disseminar “discursos com conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática, concretizados por meio da divulgação de notícias e fatos falsos e fraudulentos”.

Previous post Deputado* venezuelano diz que Yanomamis ‘vieram da Venezuela’
Next post Preços dos combustiveis estão com os dias contados, aumento será em breve
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0