Huum, Randolfe diz ser contra CPI das manifestações

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), futuro líder do governo Lula no Congresso Nacional, disse ao jornal Valor Econômico, nesta quarta-feira, 25, que não há necessidade de se instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as manifestações que ocorreram em 8 de janeiro. Segundo o parlamentar, a ordem de Lula é não ficar preso aos atos e focar em outras pautas. Lula também concorda.

“Vocês sabem que eu sempre advogo que a CPI é um meio legítimo”, disse Rodrigues. “Mas, em outras que defendi, como a CPI da Covid e a dos esquemas de corrupção no Ministério da Educação, não existia investigação em curso. Não é o caso do 8 de janeiro. A PF está cumprindo seu papel. Está tendo prisão.”

O senador mirou a artilharia na direção dos militares. “No âmbito militar, os responsáveis serão punidos”, prometeu. “Estou confiante que terão ações sequenciadas da PF em busca dos financiadores e dos mentores. Nesse caso específico, eu temo que uma CPI mais atrapalhe que ajude.”

Randolfe Rodrigues x Jair Bolsonaro 

Rodrigues disse que está convencido de que Bolsonaro é o mentor dos atos que culminaram na invasão das sedes dos Três Poderes. Segundo o senador, o ex-presidente incentivou, articulou e construiu os eventos. Porém, não querem, o governo, uma CPI para investigar o ato. A pergunta é, por qual motivo não querem?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post 23 mil brasileiros enfrentam dificuldades financeiras em Portugal
Next post Dino manda transferir Marcola do presídio de Rondonia para Brasília
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0