Xuxa pede prisão de Dalai Lama após vídeo com criança

A apresentadora Xuxa Meneghel usou as redes sociais nesta segunda-feira (10) para protestar contra o Dalai Lama após um vídeo que mostrava o líder espiritual tibetano pedindo que um menino chupasse sua língua causar revolta na internet. Em uma publicação no Instagram, Xuxa defendeu que o líder seja preso.

– As crianças não podem se defender. Temos a obrigação de gritar e falar por elas. Prisão para qualquer tipo de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Lugar de abusador é na cadeia, não importa quem seja. Para mim, é um monstro – escreveu a apresentadora.

Na postagem, Xuxa também politizou o caso ao comparar a conduta do líder tibetano com uma declaração feita pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), em setembro do ano passado, quando o então chefe do Executivo usou a expressão “pintou um clima” ao falar de adolescentes venezuelanas e foi acusado por opositores de defender a pedofilia.

– Me vem na cabeça a frase “pintou um clima” do nosso ex-presidente e que depois ninguém mais falou sobre isso. Me lembro dele falando nos dois lugares e as pessoas rindo e aprovando esse ato, como dessa cena nojenta – escreveu a apresentadora.

SOBRE A POLÊMICA ENVOLVENDO DALAI LAMA
Em um vídeo, que circulou pelas redes sociais no último final de semana, o líder, que já recebeu o Nobel da Paz, aparentemente dava um beijo na boca do menino na presença de uma plateia, que é ouvida batendo palmas e rindo, enquanto um homem captura o momento em um telefone.

Em seguida, o tibetano colocou a língua para fora e perguntou ao garoto: “Você pode chupar minha língua?”. O religioso então coloca a língua para fora, e a imagem é cortada antes de o menino se movimentar.

Após a repercussão, o líder publicou uma nota em seu perfil no Twitter, nesta segunda-feira (10), sobre o ocorrido. No texto, o líder espiritual pediu desculpas ao garoto e à família dele, reconheceu a veracidade da gravação, mas falou apenas em um “abraço”, sem citar o restante do ocorrido.

– Está circulando um videoclipe que mostra uma reunião recente em que um menino perguntou a sua Santidade, o Dalai Lama, se ele poderia lhe dar um abraço. Sua Santidade deseja se desculpar com o menino e sua família, bem como com seus muitos amigos em todo o mundo, pela dor que suas palavras podem ter causado – diz a nota.

O comunicado afirmou ainda que o líder espiritual “muitas vezes provoca as pessoas que conhece de uma forma inocente e brincalhona, mesmo em público e diante das câmeras” e completou dizendo que ele lamentava o incidente.

Previous post Líder do MST ameaça invadir fazendas por todo país; ‘mês de abril baterá recorde’
Next post Globo em crise: mais 500 funcionários serão demitidos, afirma jornalista
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0