Imigrantes: Brasileiros são a maior força de trabalho entre os estrangeiros em Portugal

Os brasileiros são a maior parte dos empregados em Portugal entre a população estrangeira residente no país.

Só em 2020, chegaram no total 73.547 pessoas. Na conta, entram apenas os trabalhadores contratados por empresas, que lutam para vencer a crise de mão de obra. Ou seja, imigrantes sem documentação não entra nessa conta, isso significa que o número é muito maior.

O número, divulgado pelo relatório de Integração dos Imigrantes do Observatório das Migrações, representa cerca de 33% do total de 219.817 estrangeiros empregados.

“As dez nacionalidades estrangeiras numericamente mais representadas correspondiam a: em primeiro os brasileiros, seguidos dos indianos (17.485 trabalhadores), cabo-verdianos (14.484) e ucranianos (13.412 trabalhadores)…”, informou o relatório, de autoria de Catarina Reis Oliveira.

Portugal registra uma tendência de diminuição de estrangeiros com ensino básico. Como era esperado devido à imigração qualificada, os brasileiros são a maioria (57%) dos trabalhadores com ensino médio e superior com emprego.

Por outro lado, o salário continua a ser um problema. A remuneração base média mensal informada pelo relatório era de € 973 (R$ 5,3 mil) em 2020. Acima do salário mínimo (atualmente de € 760 – R$ 4,2 mil), mas um valor totalmente corroído pela inflação.

Apesar de baixa, a remuneração média, segundo o relatório, ainda é maior que a paga pelas empresas do Brasil há cerca de dois anos: € 868 (R$ 4,8 mil).

Na outra ponta, os brasileiros são os estrangeiros que mais empregam em Portugal. E os trabalhadores do Brasil desempregados no país eram cerca de 38 mil (42%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Portugal fará teste em 2023 da semana de trabalho de quatro dias, entenda
Next post Portugal lhe espera! Confira uma das formas de entrar no país mais conhecida
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0