Moraes determina reativação dos perfis de Nikolas com algumas regras; confira quais

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira, 26, a reativação das redes sociais do deputado federal eleito Nikolas Ferreira (PL-MG).

A decisão, que abrange os perfis do Facebook, Instagram, Telegram, Tik Tok, Twitter e YouTube, acontece 15 dias após o bloqueio das contas. No entanto, a liberação acontece sob algumas condições.

Algumas regras impostas pelo ministro ao deputado Nikolas são: não poder publicar, promover, replicar ou compartilhar conteúdos considerados falsos sobre o processo eleitoral, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Moraes considerou no caso de Ferreira o mesmo entendimento aplicado ao senador Alan Rick (União Brasil), que teve suas contas nas redes sociais liberadas, também com condicionantes, após requerimento do presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco.

Para o ministro, em ambos os casos houve “a cessação de divulgação de conteúdos revestidos de ilicitude e tendentes a transgredir a integridade do processo eleitoral e a incentivar a realização de atos antidemocráticos, sendo viável a reativação de seus perfis, mantendo-se, porém, a remoção das postagens irregulares por ele veiculadas”.

Com Jovem Pan

Previous post Dino manda transferir Marcola do presídio de Rondonia para Brasília
Next post Brasileiros denunciam empresa que aplica golpe em Portugal
google.com, pub-1493856782872548, DIRECT, f08c47fec0942fa0